Terça-feira, 23 de Março de 2010

Educação pelos Afectos

 

A Educação e a Força dos Afectos*

 

 

Falar de educação é falar de envolvimento, de afecto, de amor. Como é sabido, e o povo na sua imensa sabedoria confirma, “amar nunca é demais”. Também se sabe que o amor não se compra e assim sendo, quantas vezes, é nas casas mais pobres que encontra as suas mais ricas expressões de afecto...

 

Porém, educar com afecto, não é sinonimo de permissão absoluta, de omissão, de ausência ou regras ambíguas. Há limites e há fronteiras. Há definição de papéis. Há exigências. Há esforço.

Não é intenção, nesta “meia dúzia de linhas” abordar teorias, fazer apologias ou análises pedagógicas, psicológicas ou sociológicas sobre educação. É simplesmente uma partilha sobre algo tão complexo e delicado quanto é o acto educativo.

 

 

Educação pelos afectos pressupõe, obviamente, pensar-se na relação pais-filhos centrando a aprendizagem nos filhos e o ensinamento nos pais. Como é natural...

 

 

Por vezes, precisamos de situações extremas para que se reflicta em realidades que quase passam despercebidas; não fossem as tais situações extremas, que chocam e fazem pensar...

Hoje, e porque importa (quantas vezes) chocar para reflectir, vamos inverter este paradigma. Falemos da educação dos pais, através dos filhos.

 

 

Tive uma filha. Muitas vezes, me interrogo se a terei ajudado a viver. Não sei. Mas sei que recebi dela os melhores ensinamentos que compêndio algum pode suplantar. Ensinou-me, na primeira pessoa, a importância de coisas tão simples como...

 

o Tempo – a brevidade e a relatividade do tempo...Que qualidade de tempo? Que quantidade de tempo? Que valorização do tempo para nós e para os outros?

 

a Palavra – o poder da palavra... Da palavra que magoa ou acalenta, da palavra que apoia ou critica; Da palavra que educa e corrige; Da palavra que acalma e compreende; Da verdadeira palavra que comunica e da palavra que ama;

 

a Escuta – ouvir o Outro... “Estou aqui para te ouvir...o que dizes, interessa-me; fala comigo” – é a linguagem silenciosa da atitude na escuta activa.

 

a Presença – Estou aqui...agora que tu sofres; agora que tu ris; agora que estás confuso; agora que estás com medo; E vou estar sempre aqui...nos teus sucessos e nos teus fracassos. Conta comigo.

 

A Confiança – confio em ti; nas tuas escolhas, nas tuas acções; se tu errares, sou eu que erro contigo;

 

Com ela aprendi muitas outras coisas, como a Coragem nas horas difíceis; a Alegria dos pequenos nadas; a Esperança quando nada resta.

Aprendi que os pais também recebem lições de vida. E na humildade de quem ama, se dá testemunho da mensagem recebida. Para outros pais. Para outros filhos.

 

Fernando Pessoa, disse que “a morte é a curva na estrada; morrer é só não ser visto”.

A minha filha apenas se afastou para lá da curva da estrada. Foi um orgulho ter caminhado a seu lado.

 

Posso não ser o filho que desejaste, mas sou o filho que tens. Estou aqui.

 

* “A Força dos Afectos” é um livro da autoria de Torey Hayden. Recomenda-se. ...”com a dose certa de amor e compreensão não existem causas perdidas”

 

Ana Paula Pinto

 

in JORNAL SEGUNDO TOQUE - Agrupamento de Escolas de Sardoal

 


Desabafos de alemvirtual às 17:04
link do post | Deixe o seu comentário | favorito

Pedaços de mim


Sou...

Outras almas amigas

. 10 seguidores

pesquisar

 

Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Desabafos...

A minh´alma não é mais qu...

Zita

Silêncio da noite

Uma gaiola como tantas ou...

As minhas preocupações pa...

Missa em memória da Marga...

Memórias - Margot

Mais perto do céu

Mensagem para uma noiva

Quando a saudade bate

Outras páginas de vida...

Janeiro 2014

Março 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

SAPO Blogs

subscrever feeds